Vídeo avulso da madrugada – Grito Suburbano (1982)

Compilação de punk rock feita por umas 3 das bandas mais bem estabelecidas na borbulhante cena punk paulista do começo da década de 80. A origem desse disco é a seguinte: a banda Olho Seco ia lançar um EP em ocasião de seu encerramento. Daí surgiu a ideia de fazer uma compilação junto com mais as bandas Inocentes e Cólera. Com a vaquinha conseguiram alugar um estúdio, com mesa de som em 8 canais. O resultado das 12 horas de tempo de estúdio alugo é um punk agressivo e revoltado.

Sobre os objetivos musicais do punk paulista, Os Replicantes deixam claro:

No mesmo ano, 1982, no Sesc Pompeia foi organizado um festival com 2 dias de música punk. A ideia desse festival era fundar um momento marco-zero em que as gangues de punk iriam parar de se enfrentar violentamente. Especialmente as tretas entre gangues de São Paulo e do ABC. Claro que durante o festival os punks começaram a se bater uns nos outros e a polícia foi chamada. O resultado: cacetetadas, punks descalços, e uma pilha de coturnos amontoada pelos policiais. Pra não voltarem descalços pra casa os punks pegaram qualquer par de sapato mesmo…

A gravação na minha opinião consegue registrar a urgência e podridão do punk.

Ao falar de subúrbios e pobres o punk devolveu ao rock o cunho político que há algum tempo estava perdido. Ao se contrapor ao rock progressivo o punk inaugurou uma nova estética, sem solos de guitarra, com músicas rápidas e aglomeradas em um disco só. O punk rock contrapôs um teatro de horror e protesto social à ostentação, ao prolongamento desnecessário e à complicação do rock. Uma onda sem a qual o rock não poderia continuar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s