Arquivo da categoria: Curiosidades

Resenha: Álbum completo do dia, Deep Purple – Burn (1973)

Não tem o que comentar.

Deep-Purple-1973Curiosidades sobre o álbum:

o álbum completou 40 anos em 15 de fevereiro de 2014

antes de Burn a banda havia lançado 3 álbuns no intervalo de 1 ano: Machine Head e Live in Japan em 1972 e Who Do We Think We Are em 1973

em 1973 Ian Gillan, então vocalista, saiu da banda; quem também abandonou o posto foi o baixista Roger Glover

Glenn Huges foi escalado para baixista e possível vocalista, mas no final das contas e após muitas fitas demos convocaram para ser o frontman David Coverdale, um jovem vocalista de 21 anos

Glenn Huges faz backing vocal em todas as faixas do álbum, menos em Mistreated, composta por Coverdale e Blackmore

a banda gravou Mistreated das 11 da noite até 7h30 do dia seguinte. segundo Coverdale, muito empenho foi necessário para dar sentimento à música, um verdadeiro blues progressivo,  pesado, elétrico e emocional

após reassumir os vocais em Ian 1984 Gillan recusa-se a cantar ao vivo as canções de Coverdale e Hughes

A’200 é uma faixa bonus, e se destaca das outras músicas do álbum por ser instrumental e por seus solos de sintetizador. Pessoalmente eu acho que lembra Emerson, Lake and Palmer.

Curiosidades sobre a capa nevermind


O bebê nu que nada em águas azuis em busca de uma nota de um dólar é sem sombra de dúvidas uma das mais conhecidas capas de álbum da década de 90. A imagem da criança inocente buscando por dinheiro marcou uma geração.

O bebê da capa é Spencer Elden, então com quatro meses de idade. A inspiração para a foto veio de Kurt Cobain e Dave Grohl, inspirados por um documentário sobre bebês que nasciam debaixo da água. Como as imagens destes nascimentos eram fortes demais, a banda preferiu uma foto de um bebê nadando. Após tentar sem sucesso comprar uma imagem deste tipo em um banco de fotos publicitárias, o diretor de arte Robert Fisher contratou o fotógrafo submarino Kirk Weddle para a missão, e Spencer Elden, filho dos amigos do fotógrado, Renata e Rick Elden, foi o escolhido. Foi de Kurt a idéia de acrescentar à foto a nota de um dólar pendurada no anzol.

Renata, a mãe de Spencer, comenta: “Foi muito rápido. Estávamos ambos dentro da água com o bebê. O soltei dentro da água três vezes e Kirk conseguiu a imagem definitiva após tirar apenas uma dúzia de fotos.”

O pai, Rick, comenta: “Na época achamos que o Nirvana era apenas mais uma banda grunge de fama efêmera. Apenas quatro meses depois, quando dirigíamos pela Sunset Boulevard e vimos as fotos de Spencer em cartazes é que percebemos o quanto estávamos enganados.”

Quando da foto original, nem o bebê nem seus pais receberam nenhum tipo de pagamento. Mais tarde, porém, Spencer recebeu do Nirvana uma cópia em platina do álbum Nevermind. Spencer Elden, que não é um grande fã do Nirvana, comenta: “Não é grande coisa. Mas eu tive um professor que ficou muito impressionado quando soube que era eu o menino na capa do álbum.”

Em 2001, quando do aniversário de 10 anos do álbum “Nevermind” e do lançamento do box-set póstumo “Nirvana”, a revista Rolling Stone recriou a foto de Spencer, desta vez com onze anos e nadando atrás de uma nota de 10 dólares. O fotógrafo foi novamente Kirk Weddle, o mesmo da famosa primeira foto de Spencer. Desta vez o modelo recebeu US$140 pelo seu trabalho.

Nevermind Bart
Foi também iniciativa da Rolling Stone uma nova recriação de Nevermind, desta vez com Bart Simpson no lugar do protagonista. Em uma edição comemorativa da revista foram usadas três diferentes capas com personagens dos Simpsons recriando imagens clássicas do rock. Além da capa de Nevermind foram homenageadas as capas de “Abbey Road” dos Beatles e “Born In The USA” de Bruce Springsteen. Na versão da capa de Nevermind publicada, foi omitido o pênis de Bart Simpson, por questão de censura. Grande fã dos Simpsons, Spencer considerou esta uma grande homenagem: “Isso, sim, foi algo realmente legal!”.

Em 2003, doze anos depois de ilustrar Nevermind, Spencer Elden novamente foi fotografado para uma capa de álbum. Cevin Key, da banda Skinny Puppy, escolheu Spencer para protagonizar a capa de seu álbum solo, “The Dragon Experience”. Conseguiu o contato graças ao fato de sua namorada ter sido babá de Spencer. Foi a mesma namorada a responsável por tirar a foto que aparece na capa do álbum de Cevin. Novamente Spencer não recebeu pagamento em dinheiro, mas apenas um poster da imagem da capa.